7 dicas para escolher o local do casamento

Atualizado: Set 28



Marcou a data do casamento e vai começar a busca pelo local perfeito? Então veja as nossas dicas para escolher o cenário ideal para o seu grande dia!


1. DEFINA SEU NÚMERO DE CONVIDADOS

Esse é o passo número 1 para começar a busca, pois o local escolhido precisa ser adequado ao número de convidados para garantir uma festa confortável e segura. Não adianta perder tempo orçando um local para 100 pessoas se o seu casamento será para 350 convidados. Filtre suas opções.


2. O ESTILO É IMPORTANTE

Depois de estabelecer o número de convidados, defina o estilo da sua celebração. Você não precisa ter toda a decoração pronta na cabeça antes de começar, mas é importante saber se quer um casamento na cidade ou no campo, em um salão fechado ou ao ar livre, se quer cerimônia no local ou na igreja, se busca um espaço mais rústico ou mais contemporâneo, etc. Isso facilitará bastante na hora de filtrar os locais e não perder tempo com opções que não atendem à sua necessidade.


3. CUSTO x BENEFÍCIO

Pergunte tudo o que está incluído na proposta. Uma proposta pode parecer mais alta em um primeiro momento, mas talvez seja assim porque inclua detalhes que outras não incluem. Veja, por exemplo, se você receberá o espaço vazio ou com mobiliário incluso, se possui gerador de energia ou se precisar alugar à parte. Detalhes como tempo de festa, hora extra, exclusividade do local no dia do evento ou taxas para levar fornecedores de fora também são informações importantes de serem checadas antes de fechar o contrato. Comparar detalhes de cada proposta é imprescindível para estabelecer a melhor relação custo x benefício.


4. SERVIÇOS OBRIGATÓRIOS

Pergunte se o local possui serviços obrigatórios ou se você é livre para escolher todos os seus fornecedores. Se o espaço tiver serviços fixos, mas te der a opção de levar fornecedores de fora, pergunte se existe cobrança de taxas extras. Serviços fixos podem facilitar em alguns casos, mas também são uma excelente maneira de "engessar" o cliente e limitar suas escolhas. Se você sonhou com um casamento 100% personalizado, essa provavelmente não é uma boa opção para você.


5. VISITE O LOCAL

Marque uma visita ao local, em primeiro lugar, para sentir se você realmente se imagina casando ali. Depois, confira se o local bate com a descrição da proposta. Alguns detalhes são importantes de avaliar já no primeiro momento, como a capacidade do local e do estacionamento, tamanho da cozinha e equipamentos disponíveis, além da conservação de banheiros, manutenção de salões, jardins e áreas externas, se houver.


6. ATENDIMENTO E FLEXIBILIDADE

Bom atendimento não é diferencial, é obrigação de qualquer prestador de serviço. Preste atenção no tratamento que recebe desde o primeiro contato com o fornecedor. Avalie também a flexibilidade dele para fazer adequações à sua necessidade e garantir que você tenha uma boa experiência. Se um fornecedor te atende mal e se mostra inflexível desde o primeiro contato, quando ele está interessado em fechar o negócio, consegue imaginar como será essa relação depois do contrato assinado?


7. REPUTAÇÃO

Primeiro: faça uma busca pelo CNPJ da empresa para saber se existem processos contra o local e de que tipo. Redes sociais são ótimos aliados nesse ponto! Avalie a presença do fornecedor nas redes, veja fotos de outros eventos realizados, converse com clientes e busque opiniões de outros profissionais que já trabalharam no local. Um ponto importante é verificar avaliações, tanto positivas quanto negativas. E em caso de avaliações negativas, fique atenta à forma como o fornecedor responde - e se responde! - à elas.



Você que já fechou o espaço, prestou atenção em tudo isso antes de assinar o contrato? Tem outras dicas? Conta pra gente nos comentários!


#espacoparaeventos #espaçolagoon #casamentonocampo #casamentoaoarlivre #dicasdeplanejamento #casamentoscombr